Tecnologia - um divisor de águas para o setor de logística

Tecnologia – um divisor de águas para o setor de logística

Diamante acompanha a evolução do mercado, que tem ferramentas cada vez mais avançadas atuando em seu favor, e investe fortemente em novas soluções. O próximo passo é a adoção de Inteligência Artificial em sua operação

Postado por Diamante
Categoria:

O advento da tecnologia mudou o mundo. Começou com a chegada de computadores gigantes, com poucos recursos e na velocidade da luz saltou para grandes inovações. Transformou a forma das pessoas se comunicarem, sua rotina, trouxe mais autonomia e avança cada dia mais com novas evoluções. Essa contribuição também foi determinante para um grande salto nos negócios, incluindo o mercado de transporte e logística.

A lista de benefícios que a tecnologia trouxe para o setor é imensa, como a integração de informações estratégicas para o negócio, operações de transporte mais eficientes e otimizadas, acompanhamento das viagens em tempo real. Tudo isso representou um novo momento de amadurecimento para o mercado.

Na Diamante, a tecnologia faz parte do dia a dia da empresa desde a década de 1990, com a chegada dos primeiros computadores para facilitar as atividades administrativas. O passo seguinte foi a aquisição de softwares de gestão – um sistema ERP/TMS – para auxiliar na organização de informações de faturamento e gestão dos dados operacionais, administrativos e financeiros.

Caio Cantú, diretor executivo da empresa, conta que outro momento importante para a eficiência da operação com a contribuição da tecnologia foi a chegada de coletores de dados, que deram um suporte à equipe operacional na gestão de conferências e controle das mercadorias embarcadas.

O último passo, já mais lá na frente, foi a conectividade, com a evolução dos sistemas ERP e dos hardwares instalados nos caminhões, como rastreadores, telemetrias e câmeras. “Tivemos a consolidação da tecnologia na gestão diária da logística, integrando de vez a gestão administrativa e informações operacionais, de gestão de risco e performance dos veículos”, ressalta Cantú.

Para o diretor da Diamante, simplesmente “trazer” a tecnologia para a operação não é suficiente para alcançar seus reais benefícios para o transporte. “Muitas empresas ainda continuam atrasadas em relação à concorrência porque ainda não adotaram o fator Tecnologia como um dos pilares estratégicos de seu negócio”.

Tecnologias do setor de transporte

O setor de transporte evoluiu significativamente nos últimos anos em tecnologia. Juntamente com caminhões cada vez mais dotados de sistemas eletrônicos – sejam de comunicação ou segurança – os processos logísticos também acompanharam esse movimento.

Entre as principais tecnologias adotadas pelas empresas de transporte estão a integração entre o Centro de Controle Logístico (equipe administrativa) com o caminhão e o motorista, algo que, na visão de Cantú, é essencial para a tomada de decisão com mais velocidade. “Isso torna a qualidade do serviço ao cliente cada vez mais elevada”.

O diretor da Diamante afirma que o setor deve caminhar para a adoção de ferramentas de Inteligência Artificial nas operações logísticas.

inaugurar uma nova fase na operação da empresa, que envolve a adoção de ferramentas de Inteligência Artificial nas operações logísticas. “Creio que essa será a nova revolução da cadeia de suprimentos”, prevê.

Reconhecimento do cliente

O diretor da Diamante diz que o investimento feito em tecnologia tem sido reconhecido pelos clientes. “Nosso atendimento vem sendo constantemente elogiado pelos nossos clientes, pois eles reconhecem o investimento que temos feito em tecnologia e na gestão da informação. Isso se traduz no aumento do nível do serviço prestado. Estamos certos de que o caminho escolhido é o correto”.

Próximos passos

Cantú diz que a Diamante passa por uma fase de amadurecimento, com a adoção de novos softwares e hardwares, cada vez mais conectados. “Agora nossa missão é tornar isso cada vez mais eficiente, melhorar a agilidade na tomada de decisão, trazer soluções de I.A, para o nosso dia a dia e, com isso, oferecer ao nosso cliente uma operação cada vez mais eficiente, tanto em nível de serviços quanto na relação custo-benefício”, conclui.

10 Indicadores de Desempenho em Logística